22 de agosto de 2014

ACTIVIDADES KTM NO KOSOVO

De acordo com orientações superiores, decorreu no dia 13 de Agosto um treino operacional cruzado, com três sistemas aéreos não tripulados (SUAS): o LIGHT RAY, PUMA e o STALKER.

O objectivo principal deste treino cruzado foi o de testar e validar a utilização em simultâneo dos três sistemas, na mesma zona de voo e a altitudes diferentes.

Constituiu ainda como objectivo, testar e validar a partilha de imagens entre os três sistemas e a partilha de imagem do LIGHT RAY do local de voo para outro local a mais de 50 km de distância.

Ambos os objectivos foram validados. Este segundo evento evidencia e reforça a interoperabilidade das forças da Aliança, no TO do KOSOVO, no âmbito do emprego de sistemas, também, associados à Capacidade de Protecção da Força. Participaram neste evento militares austríacos, norte-americanos e portugueses.

Realizou-se entre os dias 12 e 14 de Agosto de 2014, nos Camp Bondsteel e Camp Villagio Itália, respectivamente, um treino cruzado de tiro entre as subunidades orgânicas da reserva tática da KFOR (KTM) e uma companhia Austríaca (AUT COY) pertencente ao Multinational Battle Group-West, actualmente em controlo operacional (OPCON) da KTM, com a finalidade de harmonizar tácticas, técnicas e procedimentos de tiro.

No Camp Bondsteel participaram militares da reserva táctica da KFOR e militares da AUT COY, realizando o tiro num simulador digital de tiro de combate para armas ligeiras, designado de SAVT (Small Arms Virtual Indoor Trainer). Este simulador é uma plataforma inovadora e um meio presente no Teatro de Operações (TO), que permite ensinar, aperfeiçoar e melhorar a técnica de tiro de combate, através da criação de vários ambientes/cenários, com diferentes tabelas de tiro em cada sessão e ainda a possibilidade de utilizar diferentes armas, tais como: M16A4, M4A1, Beretta 92SB, Browning 12,7, Santa Barbara 40mm e morteiro. No fim de cada sessão é possível avaliar e corrigir erros cometidos, com o intuito de aperfeiçoar o desempenho operacional do combatente.

No Camp Villagio Italia, participaram 25 militares da KTM, e 25 militares da AUT COY, permitindo aos militares portugueses realizar o tiro com armas utilizadas pela AUT COY (Steyr Stg.77 AUG assault rifle, Steyr SSG 69, MG 74) e aos militares austríacos realizarem tiro com as armas utilizadas pelo exército português (ESP AUT G3 7,62mm e Pistola Walther P38 9mm). Este intercâmbio de treino revela-se de grande utilidade, quer ao nível da motivação e aquisição de novos conhecimentos para os Quadros e Tropas, quer do ponto de vista da interoperabilidade entre forças que operam no TO do Kosovo. (Emgfa)