2 de agosto de 2014

PATRULHA OCEÂNICO FIGUEIRA DA FOZ NO CONTROLO DOS FLUXOS MIGRATÓRIOS NO MEDITERRÂNEO

O NRP Figueira da Foz, o segundo navio da classe Viana do Castelo, largou no dia 30 de Julho rumo ao mar Mediterrâneo para participar na missão "ÍNDALO 2014" do âmbito da agência FRONTEX, no controlo dos fluxos migratórios para o espaço da União Europeia provenientes do norte de África, e participar ainda em acções de busca e salvamento marítimo na região.

É no período de verão, em que o estado do mar mais calmo permite navegações de embarcações pequenas com riscos menores, que se verifica um aumento significativo na imigração irregular proveniente do norte de África. A operação "ÍNDALO 2014" está centrada no mediterrâneo ocidental, em águas de Espanha com as fronteiras marítimas da Argélia e Marrocos, e visa detectar, localizar, identificar e impedir a actividade ilegal de embarcações envolvidas em imigração irregular, e prestar assistência humanitária e socorro sempre que tal se verifique necessário.

Esta missão, enquadrada no esforço Europeu de controlo das suas fronteiras externas, será coordenada pela Guardia Civil de Espanha e conta com a participação de diversos meios de várias entidades de países da EU, sendo que o NRP Figueira da Foz irá operar em cooperação directa com uma aeronave dos serviços de fronteira da Finlândia. A participação do navio nesta operação decorrerá durante ao longo do mês de Agosto de 2014.

No NRP Figueira da Foz embarcarão dois inspectores do SEF e um oficial de ligação da Guardia Civil de Espanha. Em paralelo, e aproveitando esta excelente oportunidade de instrução, o navio receberá cadetes do 3º ano do mestrado integrado da Escola Naval, durante todo o período de missão. (Emgfa)