9 de outubro de 2016

Militares portugueses vão deixar o Kosovo

Depois de 18 anos no Kosovo integrados numa missão da NATO, os militares portugueses vão deixar o território no próximo ano.

Uma decisão justificada pelo Governo com a melhoria das condições de segurança e estabilidade naquele país.

Em declarações à agência Lusa, o ministro da Defesa refere que o Kosovo está a regressar à normalidade e que as condições estratégicas e operacionais que ditaram o envio da força portuguesa são agora diferentes.

A decisão do Governo já foi aprovada na última reunião do Conselho Superior de Defesa Nacional.

A saída de toda a força nacional destacada no Kosovo estará completa até Junho de 2017. (RR)