2 de setembro de 2014

Portugal assume Policiamento Aéreo do Báltico, Bloco 36

Portugal assumiu no dia 02 de Setembro a liderança e transição plena do bloco 36 do Policiamento Aéreo do Báltico / Baltic Air Policing (BAP) na Lituânia.

São quatro as nações NATO comprometidas em cumprir a missão de policiamento aéreo dos países bálticos, uma vez que estes países não possuem meios de Defesa Aérea. Até dia 31 de Dezembro, Portugal será a nação líder do BAP, havendo ainda o contributo de meios da Alemanha, Canadá e Holanda.

Portugal destacou 6 aeronaves F-16 e 70 militares a fim de assegurar esta missão, 24 horas por dia e 7 dias por semana.

No dia 01 de Setembro decorreu a cerimónia de rendição dos destacamentos BAP na Lituânia. A Polónia e o Reino Unido cedem o comando das operações a Portugal e Canadá, respectivamente. Na Estónia, a Dinamarca cedeu o lugar à Alemanha e na Polónia a França é substituída pela Holanda.

Durante a cerimónia, as palavras de todos os políticos e líderes militares envolvidos foram num contexto de cooperação e apoio constante. O trabalho das nações do bloco 36 foi elogiado e ficou a certeza de que as nações e meios do bloco 36 continuarão a garantir a segurança do espaço aéreo da região do Báltico. FAP