19 de fevereiro de 2016

Dia da Indústria Portuguesa na NSPA – Luxemburgo

Cerca de 50 empresas reúnem-se para a preparação do dia da Indústria nacional na NSPA

Decorreu esta sexta-feira, 19 de Fevereiro, no Forte de São Julião da Barra, em Oeiras, a reunião de coordenação para Dia da Indústria Portuguesa na NSPA (NATO Support and Procurement Agency), que se realizará no dia 23 de Março 2016, na sede da Agência no Luxemburgo.

No evento organizado pela Direcção-Geral de Recursos da Defesa Nacional do Ministério da Defesa Nacional (DGRDN), em parceria com a Plataforma das Indústrias de Defesa Nacional (idD) e a AICEP, estiveram presentes cerca de 50 empresas.

A reunião teve como objectivos informar os representantes das empresas já inscritas acerca de aspectos administrativo-logísticos, mas também alargar a comitiva portuguesa que integrará a iniciativa o “Dia da Indústria Portuguesa na NSPA”.

O Director de Serviços de Planeamento Estratégico de Defesa da Direcção Geral de Politica Nacional, Coronel Paulino Honrado, assegurou aos presentes que “ há grandes projectos da NATO que constituem oportunidades para as indústrias nacionais”. “Recomendo que vão ao Dia da Industria Nacional, é preciso ir para se mostrar o que se tem”, defendeu.

Cláudia Pinto, da Presidência do Conselho de Ministros, por sua vez, falou aos representantes empresariais sobre a importância da segurança e protecção da informação e protecção, alertando as empresas para a importância de salvaguardarem o conhecimento. “ As empresas portuguesas têm que evoluir nesta cultura de segurança em prol dos interesses e na protecção do conhecimento que é gerado”, alertou.

O Coronel Fernando Albuquerque, da DGRDN, esclareceu a audiência sobre os detalhes organizacionais e administrativos que pautarão a mostra das empresas nacionais na NSPA. “O grande objectivo desta ida passa pela internacionalização das nossas empresas, pretendendo estender esta iniciativa a múltiplos nichos sectoriais”. O Coronel Fernando Albuquerque lembrou ainda o impacto que esta actividade tem para as empresas nacionais: “ O retorno industrial tem sido ao longo dos anos cada vez maior, e em 2015 rondou os 35 milhões de euros”.

O prazo de inscrição para o Dia da Indústria Nacional na NSPA termina dia 22 de Fevereiro. A comitiva de empresas portuguesas conta, para já, com 53 empresas. (Defesa)