9 de fevereiro de 2017

MARINHA PORTUGUESA NO ANTÁRTICO

A convite do Instituto Hidrográfico da Armada Espanhola, um oficial hidrógrafo da Marinha Portuguesa, a prestar serviço no Instituto Hidrográfico, irá participar na campanha do Projecto Galileo IHM-2, no âmbito da XXII Campanha Antárctica Espanhola 2016-2017.

O projecto decorrerá a bordo do navio da Armada Espanhola “BIO Hespérides” (Buque de Investigación Oceanográfica), entre hoje, 8 de Fevereiro, e 14 de Março de 2017, e terá como objectivos testar na região da Antárctica o serviço GNSS Galileo (Global Navigation Satellite System), em serviço aberto, Open Service) e PRS, Public Regulated Service, e executar levantamentos hidrográficos na região Antárctica para produção cartográfica.

O sistema Galileo, promovido pela Comissão Europeia e desenvolvido conjuntamente com a Agência Espacial Europeia, tem como objectivo dotar a Europa com um sistema alternativo de posicionamento que reduza a dependência do sistema americano GPS e do sistema russo GLONASS. Trata-se de um serviço mais avançado a nível tecnológico que oferece novos serviços e maior rigor no posicionamento geográfico em comparação com o GPS. Uma das grandes vantagens do sistema Galileu é o maior rigor em altas latitudes face ao sistema GPS e Glonass, pelo que estes testes são importantes para confirmar a qualidade dos dados dos sinais de cobertura dos satélites Galileu, em particular em área remotas de difícil acesso.

Esta cooperação entre os Institutos Hidrográficos de Portugal e de Espanha, ao ser realizada em mar e em latitudes extremas, representa um importante passo no processo de validação do Galileu-PRS, constituindo uma oportunidade única para ambos os países no âmbito do contributo para a segurança da navegação e do conhecimento do fundo marinho.
A informação sobre as actividades em curso nesta missão será actualizada sempre que houver possibilidade de comunicação com navio, através da página oficial de Facebook do Instituto Hidrográfico. (mgp)