7 de fevereiro de 2017

Ruído dos navios de guerra britânicos é ouvido a quase 200 km pelos submarinos russos

A notícia é avançada este domingo pelo Sunday Times: os navios de guerra britânicos fazem tanto barulho que comprometem a capacidade de defesa do Reino Unido. São como "caixas de ferramentas" quando se deslocam, garante o contra-almirante Chris Parry, e por isso ouvidos a mais de 100 milhas náuticas, quase 200 quilómetros, pelos submarinos russos.

Mas este não é o único problema da defesa britânica: de acordo com a investigação conduzida pelo Sunday Times, os drones encomendados há 12 anos - e que custaram mil milhões de libras - ainda não entraram ao serviço e há tanques que são demasiado grandes para serem transportados por via aérea sem necessidade de serem desmantelados.

Sir Richard Barrons, general das forças armadas britânicas, falou ao Times e responsabiliza os anos de cortes na defesa pelos problemas no armamento. "Costumávamos pôr pedaços de madeira entre os fechos das escotilhas do meu contratorpedeiro para as impedir de chocalhar e fazerem menos barulho", revelou. "Esquecemo-nos de tudo isto, é de loucos. A supressão do ruído tem sido, provavelmente, o maior segredo escondido desde o final da Guerra Fria e que as pessoas têm ignorado alegremente".

Em resposta, o Ministério da Defesa britânico diz apenas que o orçamento para defesa é o maior da Europa e tem crescido todos os anos, desvalorizando as críticas. (DN)