17 de novembro de 2018

Demonstração de voo dos Sistemas Aéreos Não Tripulados adquiridos pelo Exército

(Exército)No âmbito do projecto de Sistemas Aéreos não Tripulados (Unmanned Aerial Systems - UAS), inscrito na Lei de Programação Militar de 2015, o Exército Português, em coordenação com a Agência de Apoio e Aquisição da NATO (NATO Support and Procurement Agency - NSPA), realizou, no dia 30 de Outubro, no Regimento de Artilharia Nº5 (RA5), em Vendas Novas, uma demonstração de voo de uma Mini Aeronave Não Tripulada RAVEN B Digital Data-Link (DDL),

Resultante do contrato adjudicado pela NSPA à empresa AeroVironment, sediada nos Estados Unidos da América, em 20 de Agosto deste ano, para o fornecimento de 12 sistemas Raven B DDL ao Exército Português, a demonstração de voo deste sistema contou com a presença do Vice-Chefe do Estado-Maior do Exército, Tenente-General Campos Serafino, do Comandante da Logística, Tenente-General Cóias Ferreira, do Comandante das Forças Terrestres, Tenente-General Guerra Pereira, do Director Coordenador do EME, Major-General Nunes Henriques, e do Comandante da Brigada de Intervenção, Brigadeiro-General Xavier de Sousa, entre outras entidades militares.

Inserido na capacidade de Informações, Vigilância, Aquisição de Objectivos e Reconhecimento Terrestre (ISTAR) do Exército e do Sistema de Forças Nacional (SFN), o projecto dos UAS é considerado como estruturante para o Exército, porquanto materializa a obtenção de um sistema especialmente vocacionado para a condução de missões de reconhecimento, vigilância e aquisição de objectivos, em todo o espectro das operações militares, sendo de destacar as suas valências duais, que permitem a realização de missões no âmbito do apoio ao desenvolvimento e bem-estar das populações, seja na vigilância contra incêndios florestais ou noutro tipo de operações relacionadas com o Apoio Militar de Emergência, reforçando, por esta via, a capacidade de duplo uso do Exército Português

Os 12 sistemas Raven B DDL, cada um composto por 3 aeronaves não tripuladas (Unmanned Aerial Vehicle – UAV), 1 estação de controlo terrestre e 3 tipos de câmaras, com diversos sistemas de obtenção de imagens real-time color e infrared, serão entregues ao Exército em duas fases, 8 em Março de 2019 e os restantes 4 até Janeiro de 2021, e são destinados a equipar a Companhia de Sistemas de Vigilância do Agrupamento ISTAR. Estes sistemas serão operados por equipas especializadas e empregues no apoio das unidades em operações, constituindo uma importante contribuição para a modernização desta capacidade em particular e do Exército em geral.