19 de janeiro de 2018

Assembleia da República elogia exemplo da Marinha na defesa dos interesses de Portugal

O parlamento aprovou hoje um voto de congratulação pelos 700 anos da Marinha portuguesa, cumpridos no dia 12 de Dezembro, uma "referência perene" na defesa dos interesses de Portugal e "um exemplo" de abertura.

"Num tempo de mudanças globais constantes, a Marinha mantém-se uma referência perene na defesa dos interesses de Portugal", é sublinhado no voto proposto pela comissão parlamentar de Defesa Nacional e aprovado por unanimidade hoje em plenário.

A Marinha é "um exemplo de adaptação e de abertura à nova abordagem dos oceanos, da segurança nacional, da manutenção da paz e das acções de carácter humanitário", é assinalado no voto.

No documento, os deputados congratulam-se com a "comemoração dos 700 anos da Marinha portuguesa, realçando o seu histórico e determinante papel na defesa do país" e na "configuração da nação que Portugal é hoje".

No voto é assinalado que a "certidão de nascimento" da Marinha é um documento de 1317, no qual o rei D. Dinis outorga, através de um diploma régio, o título de Almirante do reino de Portugal ao genovês Manuel Pessanha.

"Não seria apenas mais um almirante, seria o Comandante das forças navais com a incumbência de dar corpo ao almirantado, concedendo-lhe os meios e o poder jurisdicional sobre as questões do mar", é sublinhado. (DN)