12 de novembro de 2018

Militares do Exército Português condecorados no Mali

(Exército)Realizaram-se nos dias 10 de Setembro e 27 de Outubro, no Campo de Treino de Koulikoro e no Quartel-General da Missão de Treino da União Europeia (European Union Training Mission - EUTM), em Bamako, no Mali, respectivamente, a cerimónia de imposição de condecorações aos militares do Exército Português que integram aquela missão e que, brevemente, concluem a sua presença naquele Teatro de Operações.

Iniciada em 2013, a EUTM-Mali materializa um pedido do Governo do Mali no sentido de estabelecer uma paz duradoura, essencial para a estabilidade a longo prazo na Região Sahel, em particular, e, de forma mais ampla, para os continentes de África e da Europa. Neste sentido, foi acordado pelos Estados-Membros da União Europeia desenvolver uma missão de treino e aconselhamento das Forças Armadas do Mali (FAMa), com a finalidade de contribuir para a restauração da sua capacidade militar e na perspectiva de uma preparação das FAMa para a condução de operações militares, destinadas a restabelecer a integridade territorial do Mali e reduzir a ameaça que os grupos terroristas representam, sendo a participação do Exército Português, nesta missão, enquadrada nos compromissos internacionais assumidos por Portugal.

Presidida pelo Comandante da EUTM, General Enrique Millán Martínez, a cerimónia reuniu os militares dos vários contingentes que integram esta missão no decorrer do 2º Semestre de 2018, dos quais se destacam o Tenente-Coronel Fernando Grilo, o Major Hugo Baptista, o Tenente Rafael Almeida e o Sargento-Chefe Eurico Rebelo, que foram condecorados com a Medalha do Serviço Europeu de Política Comum de Segurança e Defesa.

A Medalha do Serviço Europeu de Política Comum de Segurança e Defesa destina-se a condecorar os militares e civis que sirvam numa missão ao abrigo da Política de Defesa e Segurança Comum da União Europeia, como é o caso da EUTM-Mali.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Mensagens consideradas difamatórias ou que não se coadunem com os objectivos do blogue Defesa Nacional serão removidas.