22 de junho de 2015

Portugal e Cabo Verde reforçam cooperação técnico-militar

Fonte da embaixada de Portugal na Cidade da Praia disse hoje à agência Lusa que o acordo, no âmbito do Programa Quadro de Cooperação Técnico-Militar, será rubricado durante a estada do ministro da Defesa português, José Pedro Aguiar-Branco, que efectua sexta-feira uma visita de 24 horas a Cabo Verde.

O protocolo, que, da parte cabo-verdiana, será assinado pelo ministro da Defesa, Rui Semedo, irá ser rubricado a bordo do navio-patrulha português "Figueira da Foz", que atracou domingo no porto da Cidade da Praia.

O apoio à Estrutura Superior das Forças Armadas de Cabo Verde envolve formação a fuzileiros, Polícia Militar e Guarda Costeira, acrescentou a fonte, notando que, a anteceder a assinatura, Aguiar-Branco terá uma reunião de trabalho com Rui Semedo para definir eventuais novos projectos na área da cooperação técnico-militar.

Ao fim da tarde, na residência do embaixador português na Cidade da Praia, Bernardo Lucena, o ministro da Defesa participa numa receção por ocasião do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

A cooperação técnico-militar entre Portugal e Cabo Verde envolve variadas áreas, nomeadamente na formação de quadros e de oficiais, saúde militar, segurança marítima, com meios navais e aéreos, economia da defesa e a presença permanente de militares portugueses no Centro de Instrução Militar do Mindelo (ilha de São Vicente).

Delineado está também o enquadramento da participação das Forças Armadas de Cabo Verde em operações de manutenção de paz juntamente com Portugal.

Na qualidade de ministro da Defesa, Aguiar-Branco esteve várias vezes em Cabo Verde nos últimos anos - Novembro de 2011 (13.ª reunião dos Ministros da Defesa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP)), a que se seguiu uma visita oficial de três dias, e Dezembro de 2012, na Cimeira Portugal/Cabo Verde.

Na altura, o então ministro da Defesa cabo-verdiano, Jorge Tolentino, actual chefe da diplomacia de Cabo Verde, considerou que as Forças Armadas de Cabo Verde têm a "marca" da cooperação portuguesa.

Em Outubro de 2010, como jurista e dirigente do Partido Social Democrata (PSD) português, Aguiar-Branco participou na Convenção sobre Justiça organizada pelo Movimento para a Democracia (MpD, oposição cabo-verdiana). JSD // EL Lusa/Fim

Sem comentários:

Publicar um comentário

Mensagens consideradas difamatórias ou que não se coadunem com os objectivos do blogue Defesa Nacional serão removidas.